terça-feira, 13 de junho de 2017

UMA MENSAGEM PARA OS POLÍTICOS SOBRE O FUNK

A Ditadura está sendo implantada no Brasil. A censura vai retornar, pois estão querendo criminalizar o Funk!



Acho que seria um exagero proibir um estilo de música, apesar que existem alguns abusos neste gênero musical, estes abusos sim deveriam ser contidos através de mudanças nas leis. Acabar com um estilo musical seria mais um erro dos legisladores, pois com essa criminalização total, muitos DJ, cantores, cantoras, técnicos de som, de filmagem, gravadoras e todo o pessoal de apoio por trás dos bastidores perderiam os seus empregos. É um ritmo que têm muitos fãs que rende muitos empregos e uma renda per capita a mais para o Estado, entre impostos, Fundo de Garantia e aposentadorias.

O Brasil já está com um sério problema de desemprego. Os legisladores seriam capazes de aprovar um aumento de desempregados?

Um gênero musical pode ser considerado uma arte que representa o modo de vida de um povo; o que não podemos aceitar é o fraco conteúdo literário, que as vezes pobre, repetitivo e sem noção, cheio de inutilidades, não mostrando a verdadeira vida de um povo, mas a vida do crime. Isso tudo leva a apologia do crime, das drogas e sexo, levando crianças e jovens a aceitarem estas coisas como normais do ponto de vista de seu costume, vendo criminosos como heróis, e assim estas crianças e jovens acabam se espelhando nestas nefastas mensagens negativas.

Dentro da música, sou eclético, gosto de todo o tipo de música, inclusive de algumas músicas de funk que tenham um conteúdo saudável, não gosto de qualquer funk. O verdadeiro funk era o antigo, vejamos um exemplo: O funk de Jorge Ben (Hoje conhecido como Jorge Ben Jór) que era cheio de conteúdo como "W Brasil", e existem muitos outros.

Não sou contra o Funk ou qualquer estilo, pois todos são arte. O que deve ser mudado pelos legisladores são as leis, apesar da liberdade de expressão, as letras das músicas de funk deveriam ser avaliadas por autoridades, e caso apresentem apologia ao crime, poderiam ser censuradas, mas não completamente. Estas músicas mais picantes teriam a permissão para serem tocadas somente em locais fechados e com proibição da entrada de menores de 18 anos. Não poderiam ser apresentadas nem na mídia em certos horários.

Outra coisa importante é criar novas leis proibindo estes pancadões a céu aberto que acontece em todo o Brasil, principalmente nos bairros do Rio de Janeiro e de São Paulo que começam na Sexta-feira à noite e terminam no Domingo à noite. Assim é impossível qualquer morador do local ter seu descanso merecido e evitar as sujeiras nas ruas, além de encrencas com a vizinhança, assaltos pelos próprios funkeiros, e o morador acaba perdendo a sua liberdade de ir e de vir e seu direito ao descanso e saúde. Coloquem mais polícias e se for o caso, até o exército nas ruas para coibir tal prática abusiva.

Todos tem direito à liberdade até que não comprometa a liberdade de outrem!


Hedy Lennon.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião e idéias aqui e se tiver alguma dúvida pode perguntar que em breve responderei. Obrigado.